Terça-feira, 28 de Setembro de 2004

Saber viver a vida...

“Não há mal que sempre dure nem bem que nunca se acabe”.

Se o agora a sua vida está negra e tudo lhe parece triste, não se preocupe muito porque pode estar certo de que o amanhã virá cheio de luz.

Deus colocou-nos no mundo, para nós aprendermos a viver e para sermos felizes.

Nunca perca as esperanças, porque se quiser muito alguma coisa, se ela tiver de ser sua será.

E saiba que é muito melhor esquecer e sorrir, do que lembrar e ser triste...

Em primeiro lugar, ame-se a si própria...

Em segundo lugar, corra atrás da sua felicidade...

Em Terceiro lugar haja sempre com serenidade em todas as suas decisões, assim não sobrará espaço para momentos tristes e pensamentos negativos.

"A vida habilita-nos a segui-la a conhecê-la e de acordo com nossas determinações temos de a viver da melhor maneira.

Sem essa determinação, a vida mostra-se confusa e sem sentido".

Segunda-feira, 27 de Setembro de 2004

Meu Desejo para ti....

Que apesar de todas as dificuldades, apesar de algumas tristezas que insistem em estar comigo, que mesmo com essa montanha erguida, o sol possa ser o teu presente mais doce.

Desejo ao teu coração o que ele quer ele tenha.
Que nas palavras que ele sussurra dentro do peito, sejam ouvidas aquelas que têm sabor de liberdade.

Que tu estejas atento para o sopro da tua vontade real e jamais desistas dos teus passos em direcção à verdade.

Desejo que tua percepção acorde mais plena no calor de um sol novo e renovador. Que ele te encoraje às atitudes que estão querendo respirar.

Desejo que tu aceites teu tempo, seja ele qual for. Que sintas serenidade na espera necessária para que a semente plantada brote no tempo certo.

Que tua sabedoria esteja desperta aguardando com tranquilidade o desabrochar da tua flor.

Desejo para ti um sol diferente. Espalhando teu sorriso pela densidade das nuvens, simplificando o aspecto complicado de alguns momentos e mostrando-te a fonte essencial para tua sede.

Desejo que a cada instante eu desnude mais teu coração e deixes que nele vibre em tom maior: "O AMOR"!!! O AMOR na sua expressão mais simples. Que não mede, não faz contas e que tem o poder de te erguer acima de todas as montanhas escuras.

Desejo par ti uma vida maravilhosa!
Com amor, paz e muita saúde!

tenho sempre em mente... NEQTA

Domingo, 26 de Setembro de 2004

O AMOR

Procurei-o em vários lugares.
Em bosques encantados,
em grutas de fantasmas assombrados...
Tentei tudo para o alcançar,
invoquei a magia das fadas,
fiz feitiços com o luar,
mas, nada me levou até ele.
Toquei rostos,
ouvi músicas.
pintei quadros com aguarelas
de sonhos e ilusões de crianças,
vendo no seu rosto ingenuidade
carinho, doçura e conforto,
mas, também não estava aí...
Depois, parei, ouvi e senti.
Ouvi murmurar a tua voz
baixinho como uma brisa,
ténue como a luz do Sol
ao anoitecer,
senti de ti um aroma de flores
tímido e assustado
dizendo-me que ele era O AMOR!
Finalmente percebi
que ele está ali
nas tuas mãos, nos teus olhos,
onde estiveres!

9/2004
NEQTA
Sábado, 25 de Setembro de 2004

A dor é inevitável, o sofrimento é opcional"

Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram…

Por que sofremos tanto por amor?

O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão boa, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.

Sofremos porquê?

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projecções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos.

Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente connosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido?

A resposta é simples como um verso:

Se iludindo menos e vivendo mais!!! A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.

O sofrimento é opcional.

(Carlos Drumonnd de Andrade.)

Sexta-feira, 24 de Setembro de 2004

Fila Indiana

Para mim, os homens caminham pela face da Terra em fila indiana.

Cada um carrega uma sacola na frente e outra atrás. Na sacola da frente, nós colocamos as nossas qualidades. Na sacola de trás guardamos os nossos defeitos.

Por isso, durante a jornada pela vida, devemos manter os nossos olhos fixos nas virtudes que possuímos, presas ao nosso peito. Ao mesmo tempo que vamos andando, reparamos impiedosamente, nas costas do companheiro que está diante de nós, e em todos os defeitos que ele possui.

Como as nossas virtudes estão á nossa frente e os defeitos atrás, acabamos por nos julgar sempre melhor do que ele, sem perceber que a pessoa que vai andando atrás de nós, também nos está observando da mesma maneira e também vê os nossos defeitos.

Quinta-feira, 23 de Setembro de 2004

Visita ao Paraíso

No conceito indiano, o Paraíso é composto por árvores dos desejos, as quais basta você sentar debaixo e desejar qualquer coisa para que imediatamente se realize, sem que haja intervalo entre o desejo e a realização.

Uma vez, um homem estava viajando e, acidentalmente, entrou no Paraíso. Sem saber do conceito acima e domado pelo cansaço, ele pegou no sono sob uma dessas árvores dos desejos.

Quando despertou estava com muita fome, então disse:

- Estou com tanta fome que desejaria poder conseguir alguma comida em algum lugar.

E imediatamente apareceu comida, vinda do nada, simplesmente uma deliciosa comida, flutuando no ar.

Ele estava tão faminto que não prestou atenção de onde viera a comida. Começou a comê-la assim que a viu. Somente depois que a fome desapareceu é que voltou a olhar ao redor, já satisfeito.

Outro pensamento seguiu em sua mente:

- Se ao menos conseguisse algo para beber...

E, como não havia proibições no Paraíso, imediatamente apareceu à ele um excelente vinho. Bebendo o vinho relaxante na brisa fresca do Paraíso, sob a sombra da árvore, começou a pensar:

- O que está acontecendo? O que está havendo? Estou sonhando ou existem espíritos ao meu redor que estão fazendo truques comigo?

E espíritos apareceram. E eram ferozes, horríveis, nauseantes. Ele começou a tremer e um pensamento seguiu em sua mente:

- Agora vou ser assassinado, com certeza.

E assim aconteceu...

Esta antiga parábola tem apenas um significado: sua mente é a árvore dos desejos, e o que você pensa, mais cedo ou mais tarde, há de se realizar.

Ás vezes o intervalo entre o pensamento e o acontecimento é tão grande que nos esquecemos completamente que, de alguma maneira, desejamos o ocorrido.

Mas, se olharmos profundamente, perceberemos que todos os nossos pensamentos, medos e receios são que estão criando nossas vidas.

Eles criam seu inferno ou seu paraíso; criam seu tormento ou sua alegria; o negativo ou o positivo.

Todos nós somos mágicos. E todos estamos fiando e tecendo um mundo mágico ao nosso redor, sem mesmo tomarmos conta disso.

Sua vida está em suas mãos. Você pode dar a volta por cima, pode transformar seu inferno em paraíso.

A responsabilidade é toda sua.

Seu paraíso depende somente de você!

Quarta-feira, 22 de Setembro de 2004

Flor...

Monday
Já sentiste o perfume de uma flor?

Quando o teu coração for silenciado pela voz da escuridão que teima em te iludir, sente o perfume de uma flor...

Será suficiente para trazer à tona que és tu a razão para a flor existir; que és tu a razão para que nela esteja o perfume doce e sereno.

Na realidade, o que pareces tomar da flor é o que habita em teu ser.

Não demores tanto para descobrir as flores que vivem em ti!


 


"Existem pessoas que choram porque a rosa tem espinhos, outras há que se riem, porque os espinhos tem a rosa"

Sábado, 18 de Setembro de 2004

Religião, tanto de poderia dizer....

A religião é o suspiro da criatura aflita, o estado de ânimo de um mundo sem coração, porque é o espírito da situação sem espírito. A religião é o ópio do povo.
Agir com rectidão, amar o belo, viver humildemente no espírito da verdade, esta é a mais sublime das religiões.
A verdadeira religião é o amor que reúne a humanidade em uma só família, e não aquela em que os homens se metem na vida das famílias para as destruir, vêm com falas mansas para um dos que fazem parte do casal para gerar a discórdia. Porque não têm a coragem de falar com o casal em conjunto? Será cobardia ou será que querem mesmo é a desunião?
A verdadeira religião ensina, orienta, edifica, porém, não ameaça, nem tentam por na mente das pessoas que tudo é proibido aos olhos de Deus. Se Deus amor não pode querer ver quem o ama com o coração quebrantado e metido em casa sem ter amigos sem poder fazer coisas que façam uma pessoa se distrair sorrir brincar, enfim ser feliz.
Temos bastantes religiões para fazer-nos odiar uns aos outros, mas não o bastante para que amemos uns aos outros.
A religião é filha da esperança e do medo, explicando à ignorância a natureza do incognoscível.
Theodore Dreiser disse:
"Defino religião como uma atadura que o homem inventou para as almas que sangram pelas circunstâncias".
Não existe melhor exercício para o coração do que buscar os que estão em baixo para levantá-los, coisas que se dizem da boca para fora mas não se praticam, se poderem por o pé em cima e enterrar ainda mais muitas pessoas fariam isso, por inveja por malícia ou simplesmente porque uma pessoa não caiu no goto, vale mais cair em graça do que ser engraçado.
Eu começo a achar que ele estava mais que certo quando disse estas palavras.
Para mim, agir com rectidão, amar o belo, viver humildemente no espírito da verdade, não se meterem na vida de cada um, principalmente meterem-se entre um casal e falar só com um para dizer mal do outro, para por discórdia…. Esta é a mais sublime das religiões.
Para terminar, mas muitas mais coisas eu poderia escrever…
Mas eu vou apenas tentar não sobrecarregar os meus dias com preocupações desnecessárias, para não perder a oportunidade de viver a minha vida com a alegria que eu mereço e não deixar que simples “homens” acabem com esta alegria que tenho de viver.
Quarta-feira, 15 de Setembro de 2004

Contrato de casamento!!!

amor042.gif Eu dou-te o meu coração, para que o embales, consoles e protejas.

Dou-te também o meu corpo, para que trates bem dele, o consoles, o alimentes e protejas também.

Dou-te também toda a minha alegria, para que tu consigas fazê-la sair de mim para ti.

Quero-te dar todo o meu sofrimento, para que o mantenhas bem longe de mim e de ti.

Dou-te tudo o que é meu, para um dia eu poder morrer descansada… e enquanto eu viver dentro de ti, até que a morte nos separe, no bem e no mal, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença.

E sou-te fiel. Porque te amo e nada mais resta de mim.

Quarta-feira, 8 de Setembro de 2004

Idolos

Olá amigos...

Acho que todos os que por aqui passam já viram ou ouviram falar no concurso dos ìdolos que dá na SIC...

Pois é isso mesmo que eu vos queria mostar, se está triste veja o filme e ria um pouquinho.

Não sai sem deixar o seu comentário.

[Error: Irreparable invalid markup ('<a [...] <font>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<P><FONT color=#6600cc>Olá amigos... </FONT>
<P><FONT color=#6600cc>Acho que todos os que por aqui passam já viram ou ouviram falar no concurso dos ìdolos que dá na SIC... </FONT>
<P><FONT color=#6600cc>Pois é isso mesmo que eu vos queria mostar, se está triste veja o filme e ria um pouquinho. </FONT>
<P><FONT color=#6600cc>Não sai sem deixar o seu comentário. </FONT>
<P class=posted align=center><A href=" http://free.hostdepartment.com/g/gandabuba/index" color="#9933cc" <FONT><FONT size=3>Carreguem aqui para um pequeno </FONT></A>

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. "OS" de Natal!

. Maria Amélia na Nilton tv...

. Carinho...

. Roteiro da Vida

. A nossa vida...

. TPM virtual

. FELIZ NATAL e um FELIZ AN...

. Finalmente as minhas féri...

. Para pensar

. Ofereço uma rosa

. Um conselho aos jovens

. Um Dia... pode morrer

. Já és livre António... de...

. Uma fábula....

. DE MIM PARA MIM MESMO

.arquivos

. Dezembro 2008

. Maio 2008

. Novembro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2003

:: Preste atenção ::

dollydeitada.gif



:: Relógios ::






Sonhe ao som da música

que escolhi para ouvir

enquanto está por aqui






:: O meu Club ::


Caixa Postal


Selo do blog


Sonhos e Realidades



:: Quantos amigos já passaram por aqui? ::

dolly loira deitada


.Pesquisar


Blog da Papoila

`*:•. PanQuecaS .•:*´


Blog da Deusa

Deusa da lua


Blogs que visito

A


C

D

E

F

G



J

K


M

N



Q


S

T

U







.favoritos

. .: Out ... :.

.tags

. todas as tags

.favoritos

. .: Out ... :.

blogs SAPO

.subscrever feeds